O Mundo
dos negócios

Vale a pena importar tecido e confecção direto da China?

Ni hao! Continuamos falando da China, onde estamos participando da segunda maior feira têxtil do mundo, buscando novas oportunidades e aprimorando cada vez mais aquilo que já temos desenvolvido nessa área, tanto em tecido como em produtos acabados.

 

E aí você me pergunta: vale importar mesmo com este aumento do dólar? Eu digo que sim. Claro que cada caso deve ser estudado em particular, mas para a área têxtil, as explicações são claras. 1) Primeiro, porque o Brasil não é grande produtor de tecido e a matéria-prima em geral chega de fora. Ou seja, a indexação ao dólar é natural mesmo que não se importe diretamente e o aumento dos preços nacionais é iminente. 2) Além disso, na maioria dos potenciais países fornecedores de produto têxtil, não sofremos a inflação que temos visto no Brasil, aumentando a diferença do custo entre os países.

Ou seja, as empresas inseridas no contexto têxtil dependem do produto importado. Ou a empresa compra do importador, que sofre com o aumento do dólar e também com o aumento dos seus custos causados pela inflação, ou importa direto da China, reduzindo intermediários e também a carga tributária.

Para fazer isso, entretanto, é preciso tomar alguns cuidados para não ter surpresas desagradáveis. É importante contar com uma equipe preparada de desenvolvimento local e fazer todo este acompanhamento na China. Afinal, como temos visto, a cultura é diferente, neste caso, até o formato do corpo influencia, e é necessário ter um processo de comunicação seguro para que tudo saia conforme planejado.

Também é possível encontrar produtos diferenciados e com maior valor agregado. Neste caso, o “Duo Shao Qian”, que é o tradicional “Quanto Custa” não é o mais importante. Tudo são possibilidades. E, dentro de uma economia difícil, somente as empresas profissionalizadas e que assumirem estes riscos calculados é que sobreviverão a este mercado competitivo.

Por ora era isso! Na Zdrowie!

Marcelo Raupp
marcelo.raupp@unq.com.br

O autor

Marcelo Raupp

Marcelo Raupp

Negócios na Ásia

Sócio-diretor da UNQ Import Export. Administrador de empresas formado pela ESAG-UDESC e MBA em Gestão de Comércio Exterior e Negócios Internacionais (FGV, Brasil). Especialista em International Business (Holmes Institute, Austrália). Experiência de mais de 15 anos na área de comércio exterior. Amplo conhecimento dos potenciais da indústria chinesa e da cultura do país asiático, com mais de dez visitas de longos períodos à Asia para a realização de negócios internacionais nos mais diversos setores. Consultor empresarial em negócios internacionais desde 2009 e grande incentivador das oportunidades internacionais no país.

Faça um comentário!

  1. *

Comentários

  1. gostaria de saber uma estimativa do custo aproximado de imposto para importar da china digamos 1000mts de tecido. o fabricante me passou o preco do produto em 2 USD ,qual seria o valor que eu gastaria sobre esse valor com pagamento de impostos ao governo brasileiro ?

    • Prezado Denis, entre em contato com a equipe UNQ no telefone 48 3444-0096 e terás as informações necessárias que precisas. Abraços!