O Mundo
dos negócios

A importância do Canal do Panamá para o comércio internacional

arteblog2807

O Canal do Panamá foi inaugurado em 1914 e é uma das obras mais importantes do mundo para o comércio exterior, pois permite a comunicação entre os oceanos Atlântico e Pacífico e facilita o comércio entre Ásia e Europa passando pela América.

Obra de ampliação do Canal do Panamá inaugurada dia 26 de Junho de 2016

A obra de ampliação do canal representa um marco histórico para o Canal do Panamá. Estima-se que 6% do comércio mundial transite pelo Canal do Panamá com a expansão. A obra, iniciada em 2007, criou uma nova via de tráfego e com construção de dois novos conjuntos de eclusas, duplicando a capacidade para permitir maior volume de carga e tráfego.

Navios com até 14 mil contêineres poderão cruzar pelo novo Canal do Panamá

As eclusas antigas, ainda utilizadas, permitem a travessia de navios com capacidade de transportar até 5 mil TEU’s – Twenty Foot Equivalent Unit (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés). Depois da ampliação, os navios chamados Post-Panamax poderão cruzar o canal com um máximo de 13 a 14 mil TEU’s, reduzindo o custo operacional na ordem de 30%.

foto2807

A obra de expansão do Canal do Panamá foi projetada com responsabilidade ambiental

A nova obra que empregou mais de 30 mil empregos durante a fase de construção, possui um sistema mais moderno e sustentável, pois reaproveita 60% da água em cada trânsito e contribuirá de maneira direta com a redução de mais de 160 milhões de toneladas de CO2 emitidos pelos navios, somente nos primeiros 10 anos de utilização do canal ampliado.

Benefícios do Canal do Panamá para o Brasil

O Brasil se beneficia principalmente no Norte e Nordeste pois portos destas regiões podem tornarem-se terminais concentradores de cargas oriundas dos Estados Unidos e Europa. Além disso, esta obra grandiosa pode impulsionar as construções de dois grandes eixos ferroviários: a Ferrovia Norte-Sul e a Transoceânica. Entretanto, para que os portos Brasileiros possam se beneficiar desta grande obra mundial, é preciso investir em melhorias de infraestrutura portuária, produtividade e tarifas competitivas para que seja possível manter um bom nível de ocupação de carga durante todo o ano.

Expansão do Canal do Panamá já está defasada

Nos últimos anos, as construções de navios porta-contêineres seguem a tendência de desenvolvimento de embarcações de grande capacidade, entre 18.000 e 20.000 TEU’s. Estima-se a construção de cerca de 100 navios deste porte até 2019. Estas embarcações, por exemplo, já não poderão usufruir do Canal do Panamá, pois excedem o limite de capacidade das eclusas podendo gerar um gargalo nas rotas internacionais no futuro.

Coluna Jornal A Tribuna, Criciúma, 27 de julho de 2016.

Coluna Jornal A Tribuna, Criciúma, 27 de julho de 2016.

O autor

UNQ

UNQ Import Export

UNQ Import Export

Faça um comentário!

  1. *